Animais livres de pragas – Dicas do livro “Salve o Meio Ambiente” parte 3

My gosh….  a semana passada foi tão absurdamente corrida que não consegui postar absolutamente nada. Espero que essa semana a coisa seja, pelo menos, um pouco diferente hehehe.

Então, segue a terceira parte da série de informações que retirei do maravilhoso livro “Salve o Meio Ambiente” – da Seleções Reader’s Digest. Neste post, seguem dicas sobre livrar nossos peludos de suas pragas de uma maneira bastante natural. Fique a vontade para ler a parte 1, com dicas para cuidar de seus bichos, e a parte 2, sobre exercícios e brincadeiras para diversos animais… e ainda que falemos de pragas como pulgas, carrapatos e afins, farei posts específicos para cada um deles futuramente.

Animais livres de pragas

Manter os animais livres de parasitas e doenças é essencial para a saúde deles e de sua família. Os métodos de controle ecológico contra parasitas incluem tratamentos isentos de substâncias químicas que você pode fazer em casa procedimentos básicos de higiene doméstica. As vacinas em geral são recomendadas para controlar doenças virais. Converse com o veterinário sobre isso.

Parasitas imigrantes

Medidas de prevenção funcionam no combate aos parasitas com que os animais de estimação entram em contato, por meio de outros animais ou no meio ambiente.

Carrapatos

  • Existem tanto nas áreas urbanas como no campo. Examine seu animal regularmente.
  • Busque ajuda veterinária imediata se perceber que o animal está com dificuldade para respirar e sem firmeza nas pernas.
  • Procure pequeninas saliências passando a mão de um lado para o outro no pêlo do animal, por todo o corpo.
  • Use uma pinça para remover o carrapato. A pressão dos dedos pode fazer com que mais veneno seja injetado. Não se preocupe se a cabeça ficar na pele: ela morrerá e acabará caindo.

Pulgas

  • Escove o animal regularmente com pente contra pulgas. Uma coleira antipulgas pode ajudar, mas as pulgas estão se tornando mais resistentes às substâncias nela contidas.
  • Use um controlador de crescimento de insetos. Essa forma relativamente nova e atóxica de controle de pulgas funciona ao transmitir hormônio para os ovos e larvas de pulgas, desde que todos os animais da casa sejam tratados com o mesmo produto. Este é encontrado em várias formas, incluindo aerosol, que é borrifado no animal e nos móveis, e pílulas, que você mistura na comida do animal.
  • Junte um pouco de levedo de cerveja à comida do animal. Ele contém substâncias que produzem um odor cutâneo que afasta as pulgas. Use 2 colheres de sopa de levedo para cada 4 quilos de massa corporal do animal, em alimentos umedecidos.
  • Lave as roupas de cama do animal toda a semana (e todos os brinquedos de tecido) na água mais quente que o tecido suportar e deixe que sequem ao sol. Lave as capas soltas dos móveis regularmente também, além de tapetes e cortinas.
  • Aspire tapetes, cortinas e estofados uma vez por semana. Polvilhe uma camada de sal de cozinha pelos estofados e tapetes, e deixe por uma noite antes de passar o aspirador.

Verme do coração

  • É transmitido a cães e gatos por mosquitos, por isso é importante eliminar a água parada, que é um terreno fértil para a proliferação.
  • Mantenha os animais dentro de casa tanto quanto possível nos horários em que os mosquitos estão mais ativos – ao amanhecer e ao entardecer na primavera e no verão.

Vermes do intestino

  • Cuide para que as crianças lavem as mãos depois de brincar em um cercado de areia ou com um animal. Elas podem pegar larvas de vermes (nelmatelmintos) de ambas as fontes.
  • As pulgas são uma fonte de infecção por tênias. Se seu animal tiver pulgas, elimine-as primeiro. Isso ajudará a evitar a infestação por tênias.
  • Não deixe seu animal comer roedores, pois estes transmitem tênias.
  • Se o animal apresentar qualquer sintoma, peça ao veterinário que forneça vermífugo seguro e eficaz.

Virus

  • Recomenda-se dar a cães e gatos vacina temporária entre a 6ª e a 8ª semana de vida, seguida pela vacina adulta ou completa entre 12ª e a 14ª semana.
  • Os reforços anuais estão sujeitos a polêmica, então consulte o veterinário sobre essa necessidade para seu animal.

Pare de coçar!

Spray contra pulgas

Para cães e gatos. Borrife também no local onde o animal dorme. E tem cheiro bom.

  • 1 xícara de água
  • 4 a 6 gotas de óleo de melaleuca
  • 4 a 6 gotas de óleo de lavanda

Misture os ingredientes e ponha num frasco de borrifar.
Mantenha o frasco perto da porta e borrife seu cão ou gato todas as vezes que ele sair, tomando cuidado para evitar os olhos.

Xampu de Aveia

Combate pulgas e carrapatos e também pode ser comprado pronto.

  • ¼ de xícara de xampu de aveia
  • ¼ de xícara de água
  • 4 gotas de óleo de melaleuca

Misture em um frasco e agite bem.

Lave seu cão uma vez por semana.

Fonte: Retirado das páginas 116 e 117 do livro “Salve o Meio Ambiente”, da Seleções Reader’s Digest. Acesse este link e conheça o livro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s