Estrelas Caninas – Wishbone

Quem se lembra do Wishbone põe o dedo aqui…. *rs. Acho que as crianças de hoje não tem a menor noção de quem era esse carismático personagem.

Os que acompanharam a gloriosa época em quem a Cultura exibia nosso rapazinho sabem que Wishbone era um Jack Russell Terrier muito inteligente e protagonista de um seriado intitulado com seu nome. O cachorro vivia com seu dono, Joe Talbot, na cidade fictícia e contemporânea de Oakdale, Texas. Adorador da literatura clássica, colocava-se no papel de diversos personagens importantes (como Robin Hood e Dom Quixote) toda vez que enfrentava problemas e precisava encontrar soluções inusitadas.

A narrativa dos episódios era formada pelos paralelos entre a situação real vivida pelo cão e seus amigos e os devaneios de Wishbone dentro dos contos literários, dos quais ele retirava inspiração para resolver os problemas e enrascadas em que se metia. Em tais devaneios, o cachorro era capaz de incorporar os principais personagens do conto, tendo a capacidade de falar e ser compreendido pelo telespectador e pelos demais personagens de suas histórias, que não o viam como um cão, mas sim como qualquer personagem famoso que ele estivesse retratando.

Wishbone era um programa bastante educativo e ganhou diversos elogios por não adocicar os aspectos tristes ou desagradáveis das histórias narradas, mantendo uma releitura bastante fiel e original dos contos independentemente de ser um seriado infantil.

O programa foi ao ar de 1995 a 1998 e teve reprises de 1998 a 2001 nos Estados Unidos. Eu não consigo me lembrar exatamente a época de exibição no Brasil, mas sei que passou primeiro na Cultura e, anos mais tarde, reprisou na extinta FoxKids. Ao todo foram 48 episódios de 30 minutos cada, criados pelo produtor executivo Rick Duffield. O show também inspirou diversas séries de livros, sendo mais de cinqüenta volumes publicados até 2001, mesmo após a série de TV ter terminado. Entre eles temos Wishbone Classics, Wishbone Mysteries e The Adventures of Wishbone, que eram muito similares a série de TV. Em 1998, também tivemos o lançamento de um filme de 90 minutos (acho que esse nunca veio para cá) chamado Wishbone’s Dog Days of The West, baseado em Heart of the West.

Somente uma parte dos episódios de Wishbone foram liberados para VHS e DVD. Alguns jogos de computador entraram em cena em 1996, como Wishbone Activity Center e Wishbone and the Amazing Odyssey. Wishbone também apareceu em um pedacinho do vídeo Kids for Character: Choices Count, uma sequêcia do vídeo Kids for Character, de 1996.

Episódios

Um episódio padrão de Wishbone já começava trazendo o cão e sua família em meio a uma situação decorrente, como, por exemplo, eles plantando uma árvore no Dia da Árvore. Quando um dos personagens principais decidia se envolver em um nobre ato, Wishbone se lembrava de cenas vividas na literatura clássica e as demonstrava ao telespectador ao interpretar, normalmente, o personagem principal delas. Digo “normalmente” pois o cão podia não representar o papel principal quando o personagem era muito profundo ou feminino. Em Dom Quixote ele fez Sancho Panza ao invés do Dom Quixote… e quando o episódio era sobre Joana D’Arc, ele interpretou Louis de Conte.

O episódio se encerrava com a situação da vida real seguindo de perto o desfecho desenvolvido pelos personagens da literatura. Ou seja, se na história do livro o Rei salva Robin Hood no último minuto, o Wishbone salvaria Joe no último minuto. Nos dois minutos finais de cada episódio, Wishbone conta como ele foi desenvolvido, mostrando os takes, as fantasias e os efeitos especiais criados e desenvolvidos.

Personagens Principais

Wishbone: um cachorro muito culto que enxerga paralelos entre a literatura clássica e os dilemas enfrentados diariamente por ele e os humanos com quem vive. Wishbone é um Jack Russell Terrier macho de 3 cores (branco com marcas pretas e marrons), que vive com os Talbots em sua casa na Forest Avenue, Oakdale. Em sua vida normal nenhum dos humanos pode ouvi-lo falar, ainda que a audiência possa. Nas histórias da literatura clássica em que ele se imagina, os humanos podem ouvi-lo e eles o percebem como um humano. Ele é interpretado pelo cão “Soccer” e ganha as vozes de Larry Brantley no original.

Joe Talbot: o dono adolescente de Wishbone e filho único de Steve e Ellen Talbot. Joe tem cabelos castanhos e um grande interesse por esportes, em particular por basquete. Ele é jogador no time de basquete da Sequoyah Middle School. Seus melhores amigos são Samantha Kepler e David Barnes. Seu pai, Steve, era um treinador de basquete e morreu de uma rara doença no sangue quando Joe tinha seis anos de idade.

David Barnes: melhor amigo de Joe e de Sam e visinho de Joe. Ele vive na Forest Avenue com seus pais, Nathan e Ruth Barnes, e sua irmã mais nova, Emily. David deseja se tornar um cientista.

Samantha “Sam” Kepler: melhor amiga de Joe e David. Seu pai, Walter Kepler, é dono de uma pizzaria local, Pepper Pete’s. Ela tem um longo cabelo loiro e é a que mais gosta de sair e se aventurar entre três amigos. Seus pais são divorciados.

Ellen Talbot: mãe de Joe, a qual, assim como ele, tem cabelos marrom escuro. Ela trabalha na renomada biblioteca Henderson Memorial, em Oakdale.

Wanda Gilmore: a ligeiramente excêntrica vizinha dos Talbots. Wanda é proprietária do jornal Oakdale Chronicle e presidente da Sociedade Histórica local. Ela é uma pessoa muito simpática e alegre, mas odeia quando Wishbone escava suas flores. Ela tem uma queda por professor de Joe, Bob Pruitt.

Personagens Secundários

Damont Jones: valentão local, sempre aprontando alguma e causando problemas com o seu amigo Curtis.

Emily Barnes: a irmã um pouco travessa de David, que é vista frequentemente com sua amiga Tina.

Amanda: rival acadêmica de Samantha, que sempre tenta provar que é mais esperta que Samantha.

Sr. Bob Pruitt: professor de Inglês Joe, que mais tarde desenvolve um interesse amoroso por Wanda.

Walter Kepler: o pai de Samantha e um antigo amigo do pai de Joe. Ele possui e opera a Pizzaria Pepper Pete’s.

Nathaniel Bobelesky: um amigo de Joe e Sam que é viciado em computador, terrível em esportes e alérgico a tudo.

Sr. Natonabah: um nativo americano que é um professor universitário em Dances with Dogs. O ator apareceu como Dan Bloodgood, o carteiro, em episódios posteriores.

Sr. King: Um desenvolvedor imobiliário que é um antagonista ocasional de Joe e Sam.

Prêmios

  • Academy of Television Arts & Sciences First Honor Roll of Children’s Programming, 1999
  • George Foster Peabody Award, 1998
  • Emmy Award – Art Direction/Set Decoration/Scenic Design, 1997
  • Emmy Award – Costume Design/Styling, 1997
  • Emmy Award – Graphics and Title Design, 1997
  • Emmy Award – Costume Design/Styling, 1996
  • Emmy Award Nominations, 1998, “WISHBONE’s Dog Days of the West”
  • Directing in a Children’s Special
  • Art Direction/Set Decoration/Scenic Design
  • Main Title Design
  • Costume Design/Styling
  • Television Critics Association – Best Children’s Show, 1996 and 1997

Referências: http://en.wikipedia.org/wiki/Wishbone_(TV_series)

3 comentários em “Estrelas Caninas – Wishbone

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s